Gestão de carreira: guia completo para o sucesso profissional

Gratidão: por que é importante ser grato?
22 de agosto de 2018
Como investir no seu desenvolvimento pessoal? Descubra!
13 de setembro de 2018

O profissional que aprende a fazer uma gestão de carreira eficaz torna-se capaz de fazer toda a diferença para si mesmo e para o mercado. Ao distinguir as estratégias capazes de consolidar o sucesso profissional almejado, ele ganha autoconfiança e segurança acerca de uma série de questões fundamentais para se tornar um líder inspirador e grande gestor na sua área. 

Nesse sentido, realizar o planejamento de carreira o quanto antes e refletir sobre atitudes e ações positivas de crescimento profissional – a exemplo de grandes empreendedores que servem de inspiração – são ferramentas essenciais para guiar o caminho até o ponto alto em que se deseja chegar.

Por exemplo, ter metas e objetivos concretos e saber com clareza como alcançá-los são algumas das grandes dicas de especialistas em treinamento e liderança, para quem deseja realizar o desenvolvimento pessoal e profissional. Principalmente porque as mudanças no mercado de trabalho são cada vez mais rápidas e constantes, tornando a concorrência entre os profissionais (de todas as áreas) maior a cada dia.

Nesse mercado em mutação, a responsabilidade em gerenciar a carreira é cada vez mais sua. Não espere que a empresa em que você trabalha, mesmo há décadas, faça isso por você. Pelo contrário, para quem não toma essa iniciativa, o caminho costuma ser a substituição por alguém que já pegou o ritmo de se autodesenvolver independentemente.

Pensando nesse contexto, você tem refletido sobre o que deseja para o seu futuro? Quais competências e qualidades precisa desenvolver para conquistar o cargo sonhado ou, mesmo, se manter onde está? Em relação ao mercado, você está acompanhando as mudanças ou se sente estagnado na sua área?

Essas e outras perguntas são pontos-chave para quem quer começar a gerir uma carreira de sucesso. O ideal é começar um planejamento assim que entrar no mercado, quando se tem mais fôlego e tempo para buscar aprendizado e realizar mudanças “de rota”, quando for preciso.

Contudo, a qualquer momento, é possível realizar transformações na carreira e traçar um novo rumo que possa trazer mais realização e, consequentemente, êxito profissional e pessoal.

Assim, continue a leitura e veja como traçar estratégias fundamentais para consolidar uma gestão de carreira sem erros ou deslizes e que possa garantir a sua felicidade profissional.

Quais são efeitos do não investimento na carreira?

O primeiro pensamento que você deve ter ao iniciar a gestão da sua carreira é que não existe uma fórmula mágica para consolidar um caminho profissional de sucesso, inspirador e que lhe traga satisfação e felicidade. O crescimento profissional é um trabalho constante e sem fim.

Por isso, é importante estar sempre se atualizando, respeitando feedbacks da empresa (e colegas de profissão) como críticas construtivas e mantendo uma autoavaliação permanente, para não cair na armadilha de achar que já chegou ao auge e não precisa mais se aprimorar e melhorar.

O profissional que não realiza a própria gestão de carreira ou que a deixa a cargo da instituição onde trabalha pode acabar se frustrando no futuro, ao verificar falta de oportunidades de ascensão e até demissão.

Contudo, o pior dos casos é se acomodar, viver na zona de conforto e, quando perceber que estagnou, ter que fazer um longo e difícil caminho para conseguir se reposicionar positivamente no mercado.

Além do efeito “paralisante” na profissão, a falta de uma gestão e direção na carreira pode levar a sérias armadilhas e riscos, como perder ótimas oportunidades profissionais (as vezes únicas) por falta de foco ou uma pós que deixou de ser feita por pura falta de planejamento.

Outra “armadilha” é a execução de atividades que você não gosta ou ser deslocado para um setor onde você vai expor mais seus pontos fracos do que qualidades. Pode, também, acontecer de você ser promovido para uma função ou ser transferido para uma área com a qual você não se identifica. 

Um risco iminente que se corre ao não cuidar da carreira, pensando em cada passo para alcançar o sucesso, é caminhar com uma visão restrita acerca da profissão. A falta de autoconhecimento resulta em insegurança e, com isso, a pessoa acaba não se arriscando em novos desafios, mesmo que eles ofereçam crescimento e outros benefícios.

Não tendo uma percepção mais aprofundada dos seus pontos fortes e habilidades técnicas, seus valores e características que pode aprimorar para se tornar melhor enquanto ser humano e profissional, sua busca por vertentes profissionais (mesmo dentro de uma só área) fica muito limitada.

E convenhamos que, em tempos de crise, a falta de opções e alternativas criativas à carreira formal pode gerar sérias dificuldades, como o desemprego e a falta de perspectiva no mercado.  

A gestão séria e comprometida de carreira também é uma forma de garantir uma aposentadoria tranquila, futuramente. Você pode calcular o tempo de serviço e fazer contribuição se for preciso, para atingir um patamar desejável no final da carreira.

Contudo, quem não se consegue se preparar para aumentar a renda no decorrer do tempo, seja buscando subir de cargo ou criando novas fontes de renda, pode sofrer uma redução brusca do padrão e qualidade de vida nos anos anteriores à aposentadoria.

Isso pode ser necessário por falta de planejamento, caso necessite de uma recolocação profissional nesse período.

Como conquistar o sucesso profissional?

Todo profissional deve ficar atento com tudo que possa contribuir para a conquista de seus sonhos (e estratégias para realizá-los) traçados a curto e a longo prazo. Da mesma forma, deve, sempre, analisar toda a sua trajetória profissional com uma visão crítica e objetiva, pois pode lhe dar uma percepção mais ampla da situação.

Isso inclui se observar de “cima”, como se fosse uma segunda pessoa, para, com sinceridade, distinguir pontos fortes que lhe ajudam a crescer e os pontos fracos que criam obstáculos e reduzem a sua chance de sucesso e felicidade. Tanto em âmbito pessoal quanto profissional.

Também é importante a pessoa seguir avaliando e revisando suas metas e objetivos (que podem mudar, de tempos em tempos), buscando identificar os possíveis motivos de não ter conseguido conquistá-los.

Já quando se certificar de que algum sonho foi realizado, é importante criar estratégias para mantê-lo “funcionando” e também refletir os passos positivos que foram dados (e podem ser repetidos) para a conquista de outros objetivos.  

Na verdade, uma gestão de carreira eficiente deve contribuir para que o profissional vá ao encontro de suas aspirações de forma assertiva. Da mesma maneira, deve evitar consequências e frustrações desnecessárias, como o investimento de tempo, energia e dinheiro naquilo que não vai lhe trazer crescimento ou autorrealização pessoal e profissional.

Uma dica importante é se inspirar e mirar em exemplos de pessoas que você admira, que conquistaram sonhos semelhantes aos seus e, hoje, são grandes nomes no mercado de trabalho. Inspirar-se em grandes profissionais é importante para nos dar ânimo para seguir em frente e, também, observar o caminho traçado e a superação dos problemas.

Se for preciso, não hesite em busca ajuda profissional para desbloquear medos e frustrações que o impeçam de avançar rumo ao sucesso. Há diversos métodos eficazes de treinamento e motivação que transformarão a sua vida e darão uma injeção de ânimo. É o caso do coaching e dos benefícios da PNL

A seguir, damos algumas dicas importantes para você realizar uma gestão de carreira rumo à realização de grandes sonhos. São pontos importantes que farão você estabelecer um planejamento valioso para a sua ascensão na profissão.

Foco nos objetivos e metas

O ponto de partida para qualquer gestão de carreira é saber o que você realmente quer. É preciso observar seus anseios e colocar no papel, com datas e prazos, para definir, posteriormente, as estratégias certas para conquistar cada item.

As metas para gerar êxito na carreira podem ser inúmeros, como, por exemplo, um salário maior (é bom colocar o valor almejado); assumir determinado cargo na empresa atual ou em outra empresa desejada; vivência no exterior; tornar-se funcionário público; abrir negócio próprio e etc.

Muitas vezes, é comum agrupar alguns objetivos que se complementam, como realizar um curso tal para conquistar determinado cargo. Mas é importante colocá-los separados e identificar como conquistar cada um.

Pode ser quanto de investimento será necessário, tempo estipulado para conquista, obstáculos que podem surgir e até se é um objetivo prioritário (para a sua realização pessoal) ou não.  

Também é essencial pensar que um caminho para realizar uma meta sempre pede sacrifícios de desejos secundários. Por exemplo, se você quer trocar de carro até o final do ano, será preciso renunciar a momentos de lazer no final de semana para economizar.

Se o objetivo é passar em um concurso público, o tempo precisa ser bem dividido, deixando o lazer com a família mais escasso, pelo menos temporariamente. Nesse momento de colocar os planos para alcance dos objetivos em ação, é fundamental saber encontrar o equilíbrio entre os seus objetivos pessoais, profissionais e financeiros.

Com os objetivos já bem definidos, o próximo passo é traçar metas concretas e realizáveis. Elaborar as metas é uma maneira inteligente e eficiente de subdividir seu objetivo final, tornando-o mais palpável. Também diminui a ansiedade e a vontade de desistir inerentes a sonhos muito grandes e que precisam de muito tempo para serem concretizados.

Todo o sucesso na sua vida profissional e pessoal dependerá de como você está  conduzindo cada detalhe ao longo de toda a sua jornada. Não é um passo que fará a diferença, mas cada objetivo traçado e conquistado.

Até mesmo os fracassos, dentro de uma boa gestão de carreira, são mais fáceis de serem revertidos pois com o foco em cada passo, é mais fácil criar logo um “plano B” quando as coisas não saírem como planejado, já desde o início. Por isso, no momento em que é necessário definir o seu futuro, foco se torna a palavra-chave e essencial do cotidiano.

Saber o que você deseja de coração e como você pretende se desenvolver e evoluir para alcançar seus objetivos fazem parte da definição do seu projeto profissional e de vida. Afinal, são realizações que se completam e ajudam a dar fôlego, uma à outra.

E ter foco nos seus objetivos e metas significa saber, ainda, em que você mais vai se dedicar, direcionar esforços, estudos e investimento financeiro. Atirar para todos os lados, como se fala, disparar currículos genéricos, fazer cursos desconectados da sua formação principal são ações que só demonstram o quanto você não sabe ainda o que quer.  

E o mercado nunca vai apostar em um profissional que ainda definiu sua área de atuação, que tem muitas dúvidas sobre sua carreira e que nem sabe direito onde é capaz de chegar. Interesses fora da sua área direta de atuação e formação podem e devem existir, pois isso faz parte da cultura geral de um bom profissional. 

Contudo, devem ser assuntos complementares para a realização de uma boa conversa e não devem tirar seu foco e energia do principal. Essa atitude também será importante para desenvolver liderança e alavancar a carreira, pois grandes líderes precisam manter foco e objetividade para inspirar equipes e apresentar resultados à empresa. 

Autoconhecimento é fundamental

O autoconhecimento é um fator primordial que ajudará você a encontrar todas as alternativas adequadas para passar pelos momentos de crise de forma mais tranquila e menos desgastante. Também é essencial para elaborar estratégias sem cair em autossabotagens que colocam tudo a perder. 

Atualmente, vemos, por exemplo, muitas mulheres buscando o empoderamento feminino no ambiente de trabalho, mas como ainda possuem certa insegurança em relação ao seu posicionamento no mercado e se sentem divididas entre investimentos na carreira e na maternidade, acabam perdidas quanto ao planejamento profissional. 

Por isso, antes de mais nada, é preciso refletir sobre o ponto mais importante de toda a jornada: você mesmo! Tenha sempre em mente que o autoconhecimento é a principal chave para as melhores escolhas, e com a gestão de carreira, isso não é diferente.

Algumas questões sobre autodesenvolvimento podem lhe dar uma ideia acerca de um conhecimento mais profundo de si mesmo. Veja, a seguir: 

  1. O que significa verdadeira felicidade para você? Que momentos lhe trazem essa sensação? 
  2. Quais são os seus passatempos preferidos? O mais gosta de fazer nos momentos de lazer? 
  3. O que considera imprescindível em sua vida?
  4. Quais temas mais despertam o seu interesse?
  5. Que atividade(s) você não gostaria de fazer de jeito nenhum na sua vida?

Embora essas perguntas pareçam muito pessoais e meio distantes de um plano de carreira, pense que para ter sucesso de verdade é necessário encontrar prazer e sentido naquilo que você realiza todos os dias. Até mesmo porque a sua vida pessoal e profissional caminham unidas.

Faça um planejamento detalhado da carreira

Como temos dito, o planejamento de carreira é uma parte fundamental para a saúde profissional e tem seu início bem antes do ingresso no mercado de trabalho. Para alcançar o sucesso, é preciso saber escolher a carreira certa, já no curso de graduação e nos primeiros empregos ou estágios. 

A partir daí, a pessoa descobre as áreas onde mais se destaca e mais aprecia, e pode definir, também, se quer seguir um caminho acadêmico ou empresarial, definindo fatores importantes como se cursará Mestrado ou MBA.  

Ainda hoje, a qualificação é um dos grandes problemas do emprego no Brasil. O mercado continua em busca de profissionais com boa formação acadêmica, vasta experiência e capacidade de inovar (e inovar-se).

Pesquise, busque cursos e mantenha-se pronto para aproveitar novas chances na profissão, tendo em vista seus objetivos de carreira, principalmente, a longo prazo. 

Torne-se flexível e prevenido

Procure demonstrar na empresa em que trabalha que você é uma pessoa flexível, que sabe trabalhar em equipe e que está disposto para mudanças, se forem melhores para a empresa. Mostre-se também disponível para realizar tarefas diferentes, aceitando desafios.

Além de abrir portas na instituição, você terá a chance de descobrir novas habilidades e talentos escondidos. Por outro lado, preveja crises e momentos de tensão no grupo ou setor em que trabalha e pense em possibilidades de resolvê-los.

Assim, será mais fácil não se deixar abater na ocorrência de problemas. 

Cuidado com o marketing pessoal

Manter com uma atitude modesta é fundamental para não parecer soberbo ou arrogante. Contudo, em excesso, a humildade lhe tira grandes chances de fazer um marketing pessoal eficiente.  Em muitos momentos, é preciso “vender” suas qualidades para construir uma carreira de sucesso.

Isso significa mostrar o que você sabe, quais são as suas conquistas, seus pontos fortes e até onde você pode realizar em prol da empresa ou do grupo em que está inserido. Por isso, você tem que valorizar e mostrar suas capacidades se quiser crescer.

Óbvio que de forma discreta, sem exageros, mas com realce às suas qualidades. Isso é se promover da forma certa e saudável. 

Mantenha-se atualizado

Não há profissional de sucesso desatualizado. E a concorrência está tão alta que é preciso ficar atento às transformações na sua área de formação, mas também em correlatas e até naquelas que pouco têm a ver com sua atuação. 

É preciso se manter conectado às novidades tanto por meio de uma busca individual, por meio de livros e filmes, por exemplo, quanto por um meio mais formal, como cursos de especialização, palestras na área e até viagens a trabalho. 

A causa principal dessa corrida pelo conhecimento é a tecnologia que rompeu as fronteiras da comunicação e informação. Empresas comandam filiais e deslocam frotas de veículos do celular, por exemplo. Portanto, mesmo sendo um motorista, você precisa estar 100% ligado na tecnologia e nos avanços de logística. 

Esse é apenas um exemplo de como hoje as inúmeras áreas, de ramos diversos, estão muito misturadas, em alguns casos até de forma ilimitada. Por isso, para “sobreviver”, é preciso se manter capacitado e empregável mantendo uma linha contínua de atualização. 

Fique atento ao networking  

O networking é uma grande ferramenta para quem pretender ter sucesso e conhecimento no mercado. Ter uma boa rede de contatos é essencial  para se manter conectado a excelentes profissionais que podem lhe agregar conhecimento, além de ser uma possibilidade de abrir portas e firmar parcerias no futuro.

Realizar networking é um processo contínuo e permanente. Por isso, guarde os contatos de todas as pessoas que você acredita terem valor, capacitação e boas conexões para relações futuras. E além de cultivar cada contato, atualize as informações e mantenha uma ligação, mesmo superficial, em redes sociais, por exemplo.

O mais importante é saber onde encontrar cada pessoa da sua rede, quando for preciso. Também não deixe de participar de seminários, palestras, feiras. São locais ideais para construir uma rede profissional de qualidade. 

Conheça bem o mercado

Além de estar sempre buscando informações sobre cursos e semelhantes meios de atualização, é fundamental conhecer, com propriedade, as possibilidades de atuação da sua carreira oferecidas pelo mercado de trabalho.

Por isso, até como “tarefa” para o seu planejamento de carreira, pesquise sobre as possibilidades de cargos e funções para a profissão que você escolheu, além da faixa salarial, rotina de trabalho e caminhos de crescimento possíveis.

Também veja atividades alternativas mas que se encaixem em seu perfil, explorando novos campos de conhecimento e desenvolvimento de novos talentos. 

O profissional deve estar sempre estudando as tendências de mercado, observando o direcionamento que ele está dando para sua atividade profissional. Novos mercados, novas tendências e inovações tecnologias podem aparecer, de uma hora para outra, transformando completamente o rumo de uma profissão.

E determinando que o profissional se atualize rapidamente para não ficar de fora do mercado. Por isso, o planejamento da sua vida profissional deve ter início o quanto antes.

Porque é preciso dar alguns passos importantes e detalhados, como conhecer a si mesmo e seus objetivos, desvendar o mercado de trabalho e suas possibilidades e traçar metas e estratégias para realizá-las, dentre outros, como vimos. 

E para atingir uma gestão de carreira que o leve ao sucesso pleno, não existem fórmulas, e sim uma grande dose de dedicação, força de vontade, planejamento e, acima de tudo, muito trabalho e comprometimento com si mesmo! 

E aí, gostou do texto? Leia, em nosso blog, mais artigos sobre desenvolvimento pessoal, coaching, autoconhecimento e muitos outros para obter sucesso profissional e realização de todos os seus sonhos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se!


×
Inscreva-se!


×