Aprenda boas práticas para despertar o seu poder pessoal

descubra-os-beneficios-da-pnl-para-a-sua-vida
Descubra os benefícios da PNL para a sua vida
16 de maio de 2018
Tudo que você precisa saber sobre a Síndrome de Burnout
7 de junho de 2018

É comum que as pessoas se sintam perdidas em algum momento de suas carreiras. Mesmo quando tudo parece funcionar como o planejado, pode existir a sensação de que estão vivendo em piloto automático, sem entusiasmo e motivação.

Não conseguir se sentir realizado profissionalmente, mesmo trilhando a carreira que sempre sonhou, pode ser um indício de que é necessário despertar o seu poder pessoal. Contudo, essa tarefa nem sempre é fácil, pois a maioria das pessoas sequer percebe o potencial que poderiam trazer à tona se dedicassem algum tempo ao autoconhecimento.

Se esse é o seu caso, continue a leitura! A seguir vamos apresentar algumas práticas para despertar o seu poder pessoal.

O que é poder pessoal?

O poder pessoal é, resumidamente, a capacidade de confiar em seus próprios recursos, independentemente do cargo que ocupa. Nesse contexto, os recursos pessoais são as habilidades, talentos e conhecimentos de um indivíduo, mas também abrangem a forma como eles são colocados em prática e utilizados para exercer a influência sobre o ambiente e outras pessoas. A partir da descrição desse conceito, é necessário ressaltar dois pontos:

A definição de poder pessoal é variável

Se o poder pessoal é a confiança em recursos próprios, cada pessoa tem a responsabilidade de identificar qual é o seu conjunto de recursos principais e, mais do que isso, descobrir como tirar o máximo de proveito dos seus talentos. Dessa maneira, o poder pessoal tem uma “aparência” diferente para cada um.

Essa afirmação implica que todos têm um poder pessoal, contudo, algumas características são mais valorizadas socialmente do que outras. Na cultura ocidental, por exemplo, a extroversão é um traço enaltecido, já no oriente, a atitude introvertida e reservada é mais estimada. Assim, indivíduos com perfis que fogem à regra se sentem em desvantagem.

Isso não significa que as pessoas que desejam manifestar o seu poder pessoal devam adotar as características socialmente predominantes. Pelo contrário: essa atitude diverge do conceito de desenvolvimento do poder pessoal, que parte sempre do autoconhecimento para o aperfeiçoamento.

Salvo em casos em que se têm essa vantagem a seu favor, basta saber que é necessário estar consciente das influências externas e, muitas vezes, resistir a elas. Não se trata, contudo, de “nadar contra a correnteza”, mas de descobrir como manejar as suas características de modo que elas se tornem diferenciais. Essa é a principal capacidade das pessoas com um poder pessoal bem desenvolvido.

O poder pessoal pode ser expandido

A segunda questão a ser considerada é que o poder pessoal pode — e deve — ser trabalhado. Para tanto, o autoconhecimento deve ser o alicerce dessa evolução. A partir de uma atitude de auto-observação é possível perceber quais padrões se repetem, seja na forma de comunicação, nos relacionamentos profissionais e pessoais, no método de aprendizagem ou na definição de preferências e prioridades.

Em outras palavras, o ponto alto deve ser a adoção de uma atitude de melhoria contínua. Se o poder pessoal é um conjunto com as qualidades mais relevantes de uma pessoa, fica claro que a melhor forma de despertá-lo é lapidando esses atributos. Além disso, sem esse desenvolvimento não é possível ter a confiança necessária para manifestar o poder pessoal.

Como despertar o seu poder pessoal?

O que as pessoas que conseguiram despertar o poder pessoal têm em comum? Além da capacidade de se aperfeiçoar a cada nova experiência, esses indivíduos assumem total responsabilidade pelo seu próprio crescimento, mas não é só isso! Veja abaixo algumas das atitudes que impactam positivamente o seu desempenho.

Clareza de pensamento

Sabemos que é fácil perder o foco ao longo do caminho e, por isso, uma pessoa que se mantém conectada ao poder pessoal sabe que precisa de tempo para se autocentrar. Ou seja, diminuir o ritmo de vez em quando para colocar os pensamentos e metas em ordem, avaliar a execução dos seus projetos e, se necessário, reajustar prioridades.

Quando isso não acontece, ocorre um distanciamento entre o objetivo e o propósito. Em pouco tempo a pessoa envolvida poderá estar se perguntando: quais eram mesmo as boas razões que me levaram a decidir fazer isso?

Essas pausas também são uma boa oportunidade para refletir sobre o próprio comportamento, perceber quais reações foram adequadas e quais não, retirar algumas lições dessas experiências e fornecer uma resposta mais apropriada futuramente.

Empatia e compreensão

Por conseguir refletir sobre as suas próprias motivações e falhas, a empatia e compreensão dedicadas aos erros dos outros também se ampliam. Por isso, os relacionamentos profissionais e pessoais tendem a ser mais bem-sucedidos quando se inicia o despertar do poder pessoal.

Além disso, devido ao relacionamento honesto que o indivíduo estabelece consigo mesmo, a percepção sobre as intenções das pessoas que o cercam se torna mais aguçada. Nesse caso, a melhoria da inteligência interpessoal é um benefício à parte.

Energia e entusiasmo

Exibir uma atitude entusiasta e energética é o resultado de estar sempre confiante e alinhado aos seus verdadeiros propósitos e, talvez, essa seja a característica mais evidente do poder pessoal. Além disso, essa manifestação demonstra conforto e satisfação com a própria personalidade.

Por isso, se você não consegue se entusiasmar diante de um projeto que, antes, era importante para você, talvez seja a hora de se perguntar em que ponto a euforia deixou de ser a sua companheira de jornada.

Coragem e liderança

Apenas pessoas que têm certeza de que as suas causas são significativas demonstram autoconfiança e coragem. E essas características também são imprescindíveis em situações em que é necessário liderar grupos, sejam eles grandes ou pequenos.

Conseguir manifestar, abertamente, os traços de liderança é um desejo que muitas pessoas acalentam, mesmo quando não sabem de que maneira poderiam atingir esse objetivo.

Como já mencionamos, essa é uma característica socialmente estimada, por isso, pessoas que fogem ao padrão desejado imaginam que nunca poderão ser líderes. Contudo, buscar formas de despertar o poder pessoal, também significa encontrar o seu próprio estilo de liderança.

Para finalizar, vale ressaltar que independentemente das estratégias adotadas para despertar o poder pessoal, o autoconhecimento deve sempre acompanhá-las. Por isso, sugerimos que você assista ao vídeo em que eu falo sobre “EMPODERAMENTO” e como ele pode influenciar nos seus resultados, você poderá ter acesso a um material muito especial, clique no link e acesse o vídeo:

Quero assistir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se!


×
Inscreva-se!


×