Como despertar o potencial máximo que existe em você

Como encontrar o equilíbrio emocional: aprenda com essas 7 dicas
Como encontrar o equilíbrio emocional: aprenda com essas 7 dicas
2 de outubro de 2017
Saiba como lidar com o medo e comece a crescer
Saiba como lidar com o medo e comece a crescer
30 de outubro de 2017
Como despertar o potencial máximo que existe em você

Potencial é a palavra que indica a capacidade de poder de uma pessoa. Ainda que o poder seja muito atribuído a um cargo exercido ou uma posição ocupada, ele pode ser utilizado para impulsionar diversos aspectos da vida pessoal e profissional por meio de abordagens bastante acessíveis. O poder é algo presente quando buscamos trabalhar nossos valores, as prioridades, crenças e forças para alcançar objetivos.

No entanto, para que você atue em alta performance, saindo do piloto automático e se sentindo mais realizado e seguro, é preciso despertar o potencial máximo que existe em você! Como fazer isso? Por meio de técnicas que vão lhe ajudar a chegar mais perto da sua satisfação pessoal e profissional.

Neste texto, vamos dar dicas para você se tornar um protagonista da sua própria vida, se conectar com os seus propósitos, elevar seus padrões de comportamento, melhorar seu modelo mental, alcançar e celebrar resultados.

Não é fácil assumir a responsabilidade pela guinada na sua vida, dá trabalho e envolve dedicação e comprometimento. Mas, se este conteúdo chegou até você, você pode e deve começar agora mesmo a despertar seu potencial máximo! Vamos lá?

Seja o protagonista da sua história

Sabe quando as coisas começam a dar errado e você associa isso ao mau humor do seu chefe, à falta de oportunidades na empresa ou à incompreensão do seu marido ou da sua esposa? Esse hábito de sentir que o outro é culpado pelas coisas que acontecem só faz incluir você na plateia da vida.

Afinal, se o outro tem poder de impactar os seus propósitos, ele tem poder de fazer escolhas por você. Ser o protagonista da sua própria história é reconhecer que a responsabilidade pelos resultados que você alcança não é de ninguém além de sua.

Isso vai exigir que você tenha resiliência para enfrentar as coisas que dão errado, dar a volta por cima e tentar outra vez, porque você sabe que o sucesso depende do seu empenho. E isso não se limita apenas ao sucesso profissional, mas diz respeito também a sua felicidade e realização pessoal.

Conecte-se com os seus propósitos

Viva a sua paixão! Conhece aquela história de que quando você escolhe fazer o que ama você não precisa trabalhar um único dia na sua vida? É mais ou menos esse o caminho!

Não se trata de largar o seu emprego e viver de lazer ou mesmo de fazer apenas as tarefas que geram prazer, mas de descobrir as atividades que aproximam você do seu propósito de vida.

Despertar o seu potencial e melhorar a sua entrega, tanto no trabalho quanto para as pessoas com as quais você convive, depende de um alinhamento fiel àquilo que você espera realizar com a sua vida. Você só dá o seu melhor quando sente que o que faz contribui para os outros e para si mesmo.

Logo, se você chega em casa exausto, desejando o fim de semana e imaginando um interruptor para se desligar do trabalho e viver a vida pessoal, está na hora de encontrar algo que lhe faça agir apaixonadamente, de tal forma que a vida pessoal e o trabalho se tornem igualmente divertidos.

Eleve seus padrões de comportamento

Os comportamentos negativos ou prejudiciais se concretizam em nossa vida a partir do momento em que passam a gerar recompensas psicológicas a curto prazo que podem não ser benéficas ao longo do tempo. Com isso, nascem hábitos como comer demais, procrastinar, reclamar e outros.

Para elevar seus padrões de comportamento, é preciso se questionar sobre como você tem buscado realizar as coisas que deseja: aquela viagem em família, uma qualificação ou mesmo uma entrega arrebatadora no trabalho.

Independente do seu objetivo, quais são as práticas que estão lhe colocando em movimento em direção a ele? Para melhorar o seu comportamento, é preciso repensar e remodelar seus hábitos.

Continuar identificando situações insatisfatórias, por si só, não vai fazer com que você se torne melhor. É preciso agir e construir a sua alta performance, seja por meio da autoaceitação, da atenção aos seus gatilhos mentais, do exercício da autoconfiança ou de um método de recompensas, que você pode conferir como fazer no próximo item.

Alcance e celebre resultados

Imagine que as suas atitudes, quando executadas repetidas vezes, se tornam hábitos. E esses hábitos se perpetuam por meio de uma série de recompensas a curto prazo que você se proporciona. Logo, se isso pode ser feito com os hábitos indesejados, também pode ser utilizado para reeducar seu comportamento e reforçar atitudes positivas.

Um método interessante para fazer isso é criar recompensas à medida que você vai avançando nos seus objetivos, ou toda vez que você alcança um resultado. Pode ser uma viagem, uma celebração com a equipe da empresa, um jantar em família ou mesmo coisas com um custo baixo, mas que tenham significado para você.

No entanto, se os seus objetivos forem complexos e levarem de um tempo médio a longo para se realizar, essas recompensas passam a parecer quase inalcançáveis.

Para que isso não aconteça, é importante dividir os seus objetivos em metas realizáveis, de tal forma que, ao concluir essas metas, você possa criar momentos ou sensações prazerosas para se recompensar. Isso ajuda a quebrar o ciclo de procrastinação que te impede de agir. Sempre que você conseguir alcançar algo positivo, você pode reforçar esse hábito:

  • tirando um turno de folga;
  • indo ao cinema ou teatro;
  • presenteando a si mesmo com um ingresso para um show;
  • fazendo a inscrição em um curso que você queira muito;
  • comprando algo que você goste de comer;
  • escutando a sua música preferida;
  • saindo para passear no parque.

Melhore seu modelo mental

A sua mente comanda tudo em você. Por isso, você precisa estar atento ao que anda consumindo, como isso afeta a sua vida e, principalmente, o seu potencial. Muitas vezes, desperdiçamos horas nas redes sociais, em frente à televisão ou fazendo coisas que não nos geram valor.

Além disso, é frequente termos que conviver com pessoas que nem sempre nos apoiam ou nos impulsionam para a nossa melhor versão. Tudo isso está ligado com a forma como percebemos a nossa vida, as oportunidades e o nosso próprio potencial. Por isso, busque:

  • o autodesenvolvimento constante;
  • a interação frequente com pessoas que pensem como você;
  • o acesso a conteúdos que agreguem valor e gerem conhecimento;
  • a quebra de padrões mentais;
  • o exercício da combinação de fatores para gerar criatividade.

Além disso, procure estar em meio a pessoas que sejam melhores que você, que propiciem crescimento constante e lhe motivem a buscar o próximo nível do seu potencial.

No âmbito pessoal, busque idealizar a pessoa que você quer ser e, a partir disso, se aproxime de quem inspira isso em você. Já no aspecto profissional, o objetivo é interagir com outros profissionais capazes de gerar insights, novas perspectivas e desafios.

Curtiu estas dicas de como despertar o potencial e quer ficar por dentro de outros conteúdos como este? Assine a nossa newsletter e receba tudo em seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se!


×
Inscreva-se!


×