O que é coaching: veja como funciona e seus benefícios

vencendo a procrastinação
Nós vamos te ajudar a vencer a procrastinação! Descubra como!
7 de agosto de 2017
Proposito de vida passos para voce se encontrar
Propósito de vida: passos para você se encontrar
13 de setembro de 2017
o que é coaching

Melhorar a vida pessoal e profissional, buscando ressaltar pontos positivos e um melhor equilíbrio, com foco na otimização da qualidade de vida: isso é algo bem desejável, não é mesmo? Mas, se você sabe o que é coaching, você entende que ele faz exatamente isso com a vida das pessoas. Se você não sabe, vamos te explicar a seguir!

Muitas pessoas sentem que precisam de ajuda para dar um up em diversas áreas da sua vida. Para isso, uma opção interessante é investir em coaching. Veja então, no post de hoje, como ele funciona e quais os seus benefícios. Vamos lá!

O que é coaching?

O coaching é um processo no qual, através de sessões, o coach (pessoa responsável por liderar e conduzir o processo) ajuda a trabalhar as potencialidades do coachee (pessoa que solicitou o trabalho). Isso ocorre através de metodologias e técnicas específicas, ajudando a motivar e encorajar seu cliente.

Esse trabalho é inspirado no papel do técnico de esportes, que conduz e ajuda seus atletas a alcançarem seus objetivos da melhor forma possível.

O que o profissional de coaching faz?

O coach, dotado de conhecimentos de diversas áreas interdisciplinares, buscará compreender quais são as barreiras e as potencialidades do seu coachee.

A partir disso, ele saberá encontrar quais as principais metas a serem alcançadas a curto e a longo prazo e será responsável pelo acompanhamento do seu cliente, de forma a verificar se ele está seguindo o planejamento. Caso contrário, buscará compreender quais são os principais erros e como corrigi-los, de forma pragmática.

Nesse processo, ele também deve auxiliar a pessoa a melhorar seu autoconhecimento, para que ela possa reconhecer suas qualidades, seus pontos fracos e conseguir potencializar a si mesma ao longo do processo, conquistando a sua autonomia.

Com isso, o coach estimula características como: foco, comprometimento, melhora da autoestima, autocrítica, desenvolvimento de valores e prioridades, dedicação, entre outros.

É importante saber que o foco central é o desenvolvimento das principais competências da pessoa que está sendo treinada, por meio de técnicas e métodos específicos da área.

Quais áreas estão envolvidas no processo?

Como falamos, o coaching é um trabalho multidisciplinar e, portanto, abarca diversas áreas do conhecimento em sua atuação, tais como:

  • gestão de pessoas;
  • psicologia;
  • neuro cognição;
  • teorias cognitivas;
  • neurociência;
  • técnicas de persuasão;
  • desenvolvimento de liderança;
  • administração;
  • área motivacional;
  • neurolinguística;
  • sociologia.

O que o profissional de coaching não faz?

É importante, também, delimitar o que o coach não faz. Afinal, muitos “pseudoprofissionais” da área fazem promessas incríveis que, na verdade, não podem ser garantidas no ato da contratação do acompanhamento.

O profissional de coaching não faz:

  • autoajuda;
  • terapia para problemas de saúde mental (depressão, ansiedade, TOC, hiperatividade etc.);
  • consultoria empresarial;
  • treinamento pessoal/profissional;
  • ensino ou tutoria;
  • acompanhamento sem metodologia fundamentada.

Como funciona esse processo?

A busca por um profissional sério

Em primeiro lugar, o coachee, ao perceber que sua vida pessoal precisa de ajuda para seu desenvolvimento, busca empresas e profissionais renomados na área, certificados pelas principais entidades responsáveis.

Após escolher um que seja da confiança, haverá a primeira sessão, na qual o coach buscará entender quais as necessidades daquela pessoa, quais suas principais demandas e quais os seus pontos fortes.

A importância da confiança mútua

Muitas vezes, nessa primeira conversa, descobre-se pontos de melhora que nem o próprio cliente sabia que precisava e que podem ser úteis para desenvolver as potencialidades que deseja aprimorar posteriormente.

Por isso, esse deve ser um processo de confiança mútua, para que o profissional possa ter liberdade para compreender quem é a pessoa que está atendendo e estabelecer a melhor metodologia de abordagem para o caso dela.

O planejamento de metas e ações

Após esse momento, o profissional estabelecerá um plano de ações e metas a curto e a longo prazo, bem como os objetivos gerais e específicos com o processo.

Deve-se saber que esse não é um procedimento unilateral: coach e coachee elaboram esse plano juntos, analisando demandas, potencialidades, pontos fracos e abordagens, a fim de definir o que será mais eficiente em determinado momento.

É comum estabelecer um número de sessões para que esse trabalho seja feito. Pode acontecer de o objetivo ser alcançado antes, usando os encontros restantes para aprimoramento e refinamento das competências estimuladas, bem como pode ser necessário mais tempo para atingir determinadas metas.

Lembre-se de que não é uma ciência exata e a evolução depende da parceria entre as partes e o comprometimento da pessoa que contratou o serviço. Por isso, as pessoas evoluem em ritmos diferentes — e não há nada de errado com isso.

Quais os benefícios de se investir em coaching?

O coaching é um importante aliado para quem deseja se tornar um ser e um profissional mais competente, eficiente e motivado. Ele traz uma série de benefícios, tais como:

  • aumento da autoestima: ao ver que é capaz de realizar tarefas que antes não conseguia, há um aumento da autoestima, ajudando a empoderar o coachee;
  • superação de medos: usando a metodologia adequada, é possível quebrar barreiras que impedem o desenvolvimento pessoal e profissional da pessoa;
  • melhora do foco e da procrastinação: ferramentas desenvolvidas pelo coach permitirão que a pessoa consiga melhorar seu foco e realize suas tarefas, sem apelar para a procrastinação, melhorando sua produtividade;
  • potencialização da comunicação interpessoal: quem tem dificuldades de comunicação nas mais diversas áreas da vida pode experimentar melhoras com o trabalho de coaching;
  • maior confiança em si mesmo: quando a pessoa começa a alcançar suas metas pessoais, através do seu esforço, ela adquire maior confiança em si mesma;
  • ajuda no autoconhecimento: ao compreender quais são seus pontos positivos e negativos, a pessoa começa a olhar para si mesma e a se conhecer melhor, algo positivo para continuar os ganhos após o final do acompanhamento;
  • melhor percepção das prioridades: o coachee aprende, com o acompanhamento, a definir quais são as principais prioridades em sua vida naquele momento, permitindo escolhas mais eficientes;
  • aumenta a qualidade de vida: com uma melhor organização, maior foco e melhorando sua gestão de tempo, experimenta-se uma grande melhora da qualidade de vida.

Ou seja, há uma série de ganhos para as mais diversas áreas da vida do coachee. Mesmo que se opte por um acompanhamento para área pessoal, por exemplo, há diversas ferramentas que podem ser usadas na parte profissional também. Isso é muito bom, não é mesmo?

Descobriu o que é coaching e como ele pode acrescentar bastante em sua vida? Então entre em contato com a gente e tire suas dúvidas sobre o assunto.

i9c
i9c

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se!


×
Inscreva-se!


×